‘Essa Bolsa é Minha’: Casal é preso com 172 cartões do Bolsa Família em Amargosa

Um casal foi preso na última sexta-feira (27) com 197 cartões de benefícios e as respectivas senhas em Amargosa, na região do Vale do Jequiriçá. Os estelionatários ainda tinham 25 folhas de cheque com valores diferentes, diversas notas promissórias e R$ 1.254 em espécie. 

De acordo com a investigação da Polícia Civil, os suspeitos atuavam há mais de oito anos na região. Segundo o G1, o homem de 53 anos e a companheira dele, de 30, foram presos em flagrante ao sacar o benefício de um dos clientes na agência da Caixa Econômica Federal do município.

O casal emprestava dinheiro a juros de 20% e ficava com os cartões de benefícios dos clientes para quitar a dívida no dia do saque do benefício. A polícia detalhou que, no momento da entrega do empréstimo, o cartão do benefício, junto com a senha, ficavam em posse dos suspeitos e, no momento do saque, o casal retirava o valor emprestado com o juros e devolvia o restante ao cliente. 

Caso a dívida ainda não tivesse sido quitada, ou a pessoa solicitasse novo empréstimo, os cartões eram retidos com os suspeitos. De acordo com um dos policiais que participou da operação, batizada de “Essa Bolsa é Minha”, o casal era investigado há cerca de seis meses. 

Informações: BN.

Estrada rural está há quase 12 anos sem manutenção em Ipirá

Apesar do município de Ipirá contar com muitas máquinas estacionadas no pátio da prefeitura, muitos moradores estão reclamando da falta de manutenção nas estradas rurais do município que se encontram em péssimas condições de trafegabilidade. 

Várias famílias das localidades como Caldeirãozinho, Pirajá, Cágados, dentre outras, estão indignados com tamanho descaso do poder público municipal devido à falta de manutenção das estradas rurais. 

O jovem Valdeir disse que já procurou por várias vezes a secretaria de infraestrutura do município para que realize o patrolamento da estrada do Caldeirãozinho que fica próximo ao Pirajá e os Cágados, mas até o momento ninguém atendeu ao seu pedido. 

Segundo ele “a última vez que uma máquina da prefeitura passou por toda a extensão da estrada realizando o serviço de melhoramento foi na gestão do ex-prefeito Luiz Carlos Martins, há quase 12 anos, o que vem deixando os moradores da região isolados em virtude do mato que está tomando conta da via.” 

Ele destacou ainda que há mais ou menos quatros meses foi realizado o serviço de patrolamento da estrada, mas só até a fazenda do Sr. Guilherme Radel que na época havia organizado uma festa e tinha convidado o prefeito para o evento, então o patrolamento foi realizado apenas até a referida fazenda, mas muitas famílias que moram depois da propriedade não tiveram a mesma sorte que o fazendeiro e estão fazendo mais uma vez apelo para que seja feito o serviço em toda a estrada. 

No mesmo período em que foi feito o patrolamento de parte da estrada do Caldeirãozinho também foi feito até a passagem Boa Esperança que liga o Caldeirãozinho ao Cágados de Dentro, povoados de Umburanas, Rio do Peixe e o Distrito do Malhador, porém a passagem está bloqueada porque todo o excesso de terra removida da estrada foi colocada no meio da via (foto) obstruindo toda a passagem dos motoristas. 

É preciso que os prepostos da prefeitura se empenhem em prestar o serviço de manutenção de estradas vicinais para melhorar a mobilidade da população da zona rural, que precisa se deslocar até a cidade e ao Distrito Malhador e outros povoados. 

Por Marcone Macedo 
Fotos Antonio Soares

Paróquia de Ipirá inicia programação da Semana santa

A Paróquia Nossa Senhora Santana de Ipirá, deu início na manhã deste domingo (29), aos rituais da Semana Santa, com a tradição Procissão de Ramos que saiu da Praça Duque de Caxias, percorrendo a Avenida César Cabral até a Igreja matriz na Praça Roberto Cintra. 

Com cânticos,  fieis percorreram o trajeto com ralos verdes simbolizando a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém. 

A Semana Santa começa no Domingo de Ramos, porque celebra a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho – o símbolo da humildade – e aclamado pelo povo simples, que O aplaudia como “Aquele que vem em nome do Senhor”. Esse povo tinha visto Jesus ressuscitar Lázaro de Betânia havia poucos dias e estava maravilhado. Ele tinha a certeza de que este era o Messias anunciado pelos profetas; mas esse mesmo povo tinha se enganado no tipo de Messias que Cristo era. Pensavam que fosse um Messias político, libertador social que fosse arrancar Israel das garras de Roma e devolver-lhe o apogeu dos tempos de Salomão. 

Após a procissão, foi celebrada uma missa na igreja matriz pelo Diácono Genival e Dom Gabriel, onde mais uma vez os fieis demonstraram muita fé e se prepararam para uma extensa programação religiosa durante esta Semana Santa.

Por Jorge Luiz

Homem é estrangulado com arame

Na manhã deste domingo (29), os policiais civis da Delegacia de Homicídio de Feira de Santana e Proteção a Pessoa (DHPP), estiveram em uma estrada de chão na fazenda Caldeirão, distrito de Maria Quitéria e constataram mais um homicídio no município. 

O homem que ainda não foi identificado, de cor negra, aparentando 20 anos, que trajava short colorido e camisa preta quando foi morto. 

O delegado Laércio dos Santos informou que a vítima foi morta por estrangulamento provocado por um arame encontrado ao lado do corpo. Ainda de acordo com a autoridade policial, para ter certeza da morte da vítima os criminosos usaram um objeto contundente conta a cabeça do jovem. 

O corpo foi removido para o necrotério onde será periciado.O Departamento de Polícia Técnica (DPT) aguardará a presença de familiares para uma possível identificação. 

Informações: Central de Polícia

Caminhão capota na BA-052, entre os municípios de Baixa Grande e Macajuba

Na tarde deste sábado (28), um caminhão F.4000, de placa BWH-5004 – São Paulo-SP, carreado de cerâmica, capotou na BA-052, próximo a Baixa Grande. 

O acidente aconteceu devido a um pneu que estourou e o motorista perdeu o controle e capotou no meio da pista. O condutor e um passageiro sofreram ferimentos leves, foram encaminhado ao hospital de Baixa Grande. 

Umas das vias da pista foi interditada. Uma senhora que reside da cidade de Macajuba esteve no local, juntamente com voluntário, conseguiu recuperar algumas cerâmicas. 

Segundo a senhora, o caminhão pertence ao genro que vinha trazendo as cerâmicas de Feira de Santana para cidade de Macajuba, mas quando estava próximo a Baixa Grande, local conhecido como Presa de Leonel, aconteceu o acidente. 

Fonte: Agmar Rios

Ipirá: Dengue ou Chikungunya?

A população de Ipirá, cidade distante 202 km de Salvador, está assustada com a grande incidência de pessoas contaminadas com um surto viral no município. A cada instante aumenta o numero de pacientes que superlotam o Hospital Municipal em busca de atendimento e as alegações dos pacientes são as mesmas. Febre, dor de cabeça e nas articulações, pele avermelhada e dores nas articulações.

Até então a Secretaria Municipal de Saúde não se manifestou sobre a situação. Não se tem noção de quantos pacientes já procuraram as unidades de saúde em busca de atendimento. Pelos índices crescentes de Dengue e Chikungunya que o Brasil registrou neste verão, tudo leva a crer que Ipirá está dentro desta faixa de risco. 

Recentemente em duas reportagens da mídia local, foi mostrada a situação de abandono em que se encontra a sede da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) de Ipirá. Um prédio totalmente destruído com água parada e muita sujeira. Por se tratar de um espaço particular, o município poderia ter realizado uma ação preventiva no locar, por uma questão de saúde pública. 

Outra questão crucial na cidade é a grande quantidade de terrenos abandonados acumulando muito entulho e mato, ambiente propício para muriçocas, outros insetos e animais peçonhentos. 

O que se espera é que a gestão municipal realize em toda sede do município uma força tarefa com carro fumaçê e principalmente a limpeza dos terrenos abandonados em toda a cidade e aplicação de multa aos proprietários.

Por Jorge Luiz